« Home | SEMPRE POR UMA BOA CAUSA » | UM CHEIRINHO A REGRESSO » | OH PRA EU AQUI » | CRISIS? WHAT CRISIS? » | TÍTULOS HÁ MUITOS » | LOOKS, GUERRAS E FITAS » | PPSSTT... ISTO É CONVOSCO » | TODOS HUMANOS TODOS DESIGUAIS » | "SANTOS E PECADORES" » | MANIAS » 

sábado, abril 22, 2006 

VIGARICES, CRISES E OUTRAS MODAS

Segundo o Público de hoje, o Departamento Central de Investigação e de Acção Penal, enviou ao Banco de Portugal (BP), certidões relativas a alegadas irregularidades de 6 instituições bancárias (quatro bancos e 2 sociedades).
No âmbito da Operação Furacão, caberá a Vítor Constâncio, responsável pelo BP, apurar responsabilidades e aplicar coimas às instituições que terão sido usadas na transferência de centenas de milhões de euros para paraísos fiscais.
O cantinho à beira mar plantado já serve para tudo. Com a anuência de quem devia dar o exemplo e é(são) o(s) primeiro(s) a dar o passo.
A Feira do Livro que anualmente decorre em Lisboa e no Porto e que até 2005 registava um assinalável sucesso, vai este ano sofrer um abalo com a diminuição do número de 23 pavilhões, segundo a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros. Esta situação deve-se ao facto da facturação ter diminuido consideravelmente. O que não admira se tivermos em conta o preço dos livros, já de si elevado, carregado com um IVA absolutamente estúpido.
Espreitemos os preços e IVA's espanhóis e comparemos o imcomparável.
O preço dos combustíveis continua a subir. Há causas, pois há. Mas também há desculpas esfarrapadas. Não é verdade, senhores governantes, que os senhores arrecadam quase metade do valor?
Não gosto nada, mesmo nada, que atirem areia para os olhos.
Não gosto que me digam que a instabilidade na Rússia, aliada ao problema no Iraque, ao ponto de interrogação chamado Irão, aos rebeldes nigerianos que ameçam destruir todas as plataformas petrolíferas do país, à incerteza chamada Venezuela, bla bla bla bla bla bla.
Hugo Chavez faz bem em pôr os norte americanos em sentido. E ainda ontem, em conferência de imprensa, pôs os pontos nos is e explicou as causas principais do preço do crude.
Hugo Chavez pode ser ditador mas não é parvo. Por outro lado, George W. Bush, o causador principal de tudo isto, é ditador e parvo.
Alto! Estão a bater à porta. Será alguém a dizer que a culpa de tudo isto é dos funcionários públicos?
Boa semana e um abraço para todos.

Caro António Dias. Os desejos que as "coisas" vão andando melhor. É bom fazer esse apanhado de situações calamitosas para a nossa sociedade, agora que até existem forças a pretender por em causa o 25 de Abril. É difícil, mas temos que caminhar o sonho de um Mundo melhor. A capacidade de sonhar não há governo nenhum por mais retrógrado que nos consiga tirar. 25 de Abril sempre! Um abraço.

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

Reporter said...
Victor, caríssimo.
No que de mais profundo aqui aflora, a importância do 25 de Abril, posta em causa por muita gente, cada vez mais, lembro o que dizia o cantor... "o que faz falta é avisar a malta...".
Estão a ficar calamitosos, ao contrário do que nos querem fazer crer, e coloco, de novo, em campo, a nossa memória, "chamando" outro cantor... "a paz, o pão, habitação, saúde, educação...".
Um Mundo melhor? Sempre! Mas não podemos ficar de braços cruzados e, muito menos, esperar que os oportunistas, sejam eles quais forem, nos tirem aquilo que nunca nos deram.
Um abraço.

23/4/06 12:06

Ainda aqui não tinha postado, porque não me sinto com vontade política de te contestar, porque estás coberto de razão, e por uma questão de ética não o devo dizer!!
Amanhã é 25 de ABRIL e eu quero ser livre de novo!
25 de Abril sempre!!!!
Um beijo
Franky

Bom feriado!

Amigona
Agradeço e retribuo.

Franky
Uma das razões porque nunca me dediquei à política é porque gosto de ser livre.
Além de que sempre detestei qualquer tipo de dependência.
Bj

Se não vejo o telejornal vou tendo notícias por aqui :)

(devia era estar a chora mas n me servia de nada que o país não melhorava por isso)

Beijão

O estado do País não melhora com choro.
Melhora com gente decente a fazer o que tem a fazer.
Bjs.

Na vizinho, aquela do não te dedicares à política porque queres ser livre tem muito que se lhe diga!
Viver é um acto político! E nós vivemos! Há é várias maneiras de intervir e tu escolheste umas e outros escolhem outras diferentes maneiras... mas todos fazem política...

Abraço...

Pois, as pessoas não compram livros porque o dinheiro que lhes sobra não chega, não? A Associação de Editores e Livreiros queixa-se, mas nada faz para baixar o preço dos livros. Não sei se se passará com os livros o mesmo que com os discos, em que cada disco sai a menos de 1/10 do preço de venda ao publico e o autor ganha tão pouco do preço final. Mas suspeito que sim. Parece facil resolver isso e por de novo as pessoas a comprarem, não parece?
bjs

mabeka
Quase que estamos de acordo.
Tudo o que se faz é política? Hummm, talvez.
O que difere, em nós é, então, a honestidade, ou falta dela.
Ou conseguiremos, e generalizo, ser TODOS seres íntegros?
Se conseguíssemos, os governos e outras anormalidades vigentes valeriam, com outro nome, uma pérola.
Bjs.

Desculpem-me mas o comentário anterior era para a Amigona.

Para a mabeka,a certeza de que os preços não podem ser vistos assim.
É evidente que a Associação pouco faz mas, permite-me que salte para os combustíveis: onde está o mal? no estado que arrecada o bolo ou nas gasolineiras que nada fazem?
E seguiam "ene" exemplos mas não temos tempo e daaqui a pouco, nem dinheiro.

Os bons entendedores, por vezes não vêem nas meias palavras o significado das inteiras mesmo quando são implícitas…

Boa escolha, da música!
Abraços

Já respondi ao Friedrich e a resposta não aparece...

Tenho que ver o que se passa.
Um abraço

Enviar um comentário

Comentários Alternativos - Haloscan:
|